Warning: getimagesize(spirito.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /web/htdocs/www.compagniamissionaria.it/home/class/init.php on line 1702
Logo
COMPAGNIA MISSIONARIA
DEL SACRO CUORE
una vita nel cuore del mondo al servizio del Regno...
Compagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia Missionaria
Reconhecer e servir
Posted by Annamaria Berta
Caríssimas e caríssimos:

Estamos ainda no sulco aberto pelo clima da Páscoa e do Pentecostes. A liturgia neste tempo imergiu-nos no mistério da morte e da ressurreição do Senhor, e fez-nos contemplar, nos Actos dos Apóstolos, o crescimento de uma comunidade que se formou ao redor deste mistério. A solenidade de Pentecostes concluíu este caminho iniciado com a imposição das cinzas. Impressiona-me sempre o facto que esta Solenidade não se prolongue (como acontece, por exemplo, com o Natal e a Páscoa, que durante oito dias continua a repropôr-nos o mesmo acontecimento), mas nos mergulhe imediata e bruscamente no quotidiano ferial. Da Solenidade passa-se imediatamente ao “tempo comum”. É verdade, depois do Pentecostes reentra-se na “normalidade” mas com a força e a luz do Espírito que só Ele pode dar. E só o Espírito nos permite fazer a passagem, em cada dia, do medo à coragem, do passo incerto ao caminho seguro...como os apóstolos no cenáculo.
É este Espírito que nos permite reconhecer o Ressuscitado, como fez o discípulo amado no lago de Tiberíades quando disse a Pedro: “É o Senhor!” (Jo. 21,7). E Pedro: “cingiu-se com a túnica, pois estava nu, e lançou-se ao mar...”. O discípulo amado e Pedro indicam-nos o caminho para vivermos o nosso quotidiano como um contínuo Pentecostes. Um ensina-nos a reconhecer o Senhor e o outro o caminho do serviço, “...cingiu-se com uma túnica...” (também Jesus na última ceia se cingiu com uma toallha para lavar os pés aos discípulos). Reconhecer e servir. Conjugar estes verbos ajudar-nos-á a viver o caminho do dia a dia iluminados pelo Espírito que nos dará a força necessária para viver a obediência à vida. Vamos ao encontro da festa do Coração de Jesus conjugando estes dois verbos: reconhecer e servir.

Reconhecer o grande amor com que o Senhor nos ama; a sua presença em nós e à nossa volta; o seu grito de lamento (Mt. 11,20-24) e de júbilo (Mt. 11, 25-27); reconhecer o caminho em direcção ao Gólgota e volver para Ele o nosso olhar; reconhecer a sua voz e o seu olhar em todos os irmãos e irmãs que a providência coloca no nosso caminho...e, precisamente porque o reconhecemos, a nossa resposta não pode deixar de ser o serviço.
Cinjamo-nos com a túnica, como Pedro, e no encontro com o Senhor compreenderemos como havemos de servir. “Olhando para Aquele que trespassaram” reconheceremos o Senhor e Ele mesmo nos convidará a olhar quem está à nossa volta, a olhar para o mundo ao qual Ele com paixão, ainda hoje, dirige a sua Palavra. Devemos olhar ao nosso redor e servir.

Desejo que todos se preparem para festa do Coração de Jesus com este desejo de saber reconhecer e servir o Senhor para que o seu Reino se realize hoje no nosso caminho e em cada pessoa e acontecimento que a vida nos apresenta.
O Coração de Cristo, mestre em servir, nos abençoe!
Em comunhão

Anna Maria
Condividi l'articolo su:
Logo
COMPAGNIA MISSIONARIA DEL SACRO CUORE
Via A. Guidotti 53, 40134 - Bologna - Italia - Telefono: +39 051 64 46 472

Follow us on Facebook