Warning: getimagesize(100_1464.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /web/htdocs/www.compagniamissionaria.it/home/class/init.php on line 1702
Logo
COMPAGNIA MISSIONARIA
DEL SACRO CUORE
una vita nel cuore del mondo al servizio del Regno...
Compagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia MissionariaCompagnia Missionaria
O contexto histórico e eclesial
Posted by Maria Lúcia Amado Correia
Já referimos antes, o contexto de pós-guerra em que vai nascer a Companhia Missionária. É um tempo marcado não só por um profundo anseio de renovação espiritual mas também de reconstrução sócio-política. Para a Itália são os anos áureos da Democracia cristã e os cristãos sentem-se fortemente motivados a participar da “coisa” pública e a intervir a favor do bem comum. Estes traços de empenho profissional e sócio-político marcam profundamente o nascente Instituto.
Estamos também na vigília do Concílio. Quando este se encerra em 1965, o Instituto tem apenas oito anos. A consagração das primeiras missionárias realizou-se em 29 de Setembro de 1961. Os fermentos que iriam “produzir” o Concílio e aqueles que dele saem para a renovação da Igreja, sentem-se com força no jovem Instituto. A relação da Igreja com o mundo, o sacerdócio comum dos fiéis, a vocação laical, a renovação litúrgica, a urgência da Palavra e do seu anúncio, a importância dos meios de comunicação social, o lugar da mulher na Igreja e na sociedade (apontado como sinal dos tempos por João XXIII) – são temas não apenas debatidos mas que enformam o novo Instituto, marcando-o profundamente no seu estilo de viver e de actuar. Também a missão “ad gentes” vai caracterizar a vida do Instituto desde os seus primórdios e dar-lhe o cunho missionário que ainda hoje o caracteriza.
Os anos imediatos do pós-Concílio, fecundos e turbulentos, vão constituir um forte impacto para o pequeno Instituto que começa a firmar-se e a expandir-se. São anos de releituras de muitos aspectos da vida da Igreja: nós vamos, sobretudo, reler a nossa espiritualidade, à luz dos fundamentos bíblicos da mesma bem como da sensibilidade dos tempos e da nossa própria feminilidade. Desta releitura sai uma espiritualidade cristocêntrica mais sólida, despojada de algumas devoções que a tinham caracterizado no passado e em que a dimensão do amor oblativo e da comunhão começa a ser o traço dominante.
O final da década de 60 ficou marcado por um outro grande acontecimento que, como um sismo, abalou toda a sociedade ocidental, pondo a nu os seus fundamentos e interpelando para novos rumos. Referimo-nos ao Maio de 1968 e à revolução cultural que tal acontecimento significou e exprimiu. O Instituto era ainda muito jovem (tinha apenas uma dezena de anos) e tudo isso o afectou bastante. Mas não apenas, e nem sobretudo, negativamente. Sem dúvida que eram tempos de grande agitaçao, naturalmente contestatários de uma dimensão institucional que estava ainda a delinear-se e a consolidar-se nesses anos; mas enriqueceu-o de uma grande desejo de autenticidade, de oferecer à Igreja qualquer coisa de verdadeiramente novo e marcou-o
com um forte clima de participação por parte dos seus membros. O Primeiro Estatuto, feito inicialmente por P. Albino, foi revisto ao logo de vários anos através de um trabalho que envolveu todas as missionárias, já nessa ocasião espalhadas por vários países.
Condividi l'articolo su:
Logo
COMPAGNIA MISSIONARIA DEL SACRO CUORE
Via A. Guidotti 53, 40134 - Bologna - Italia - Telefono: +39 051 64 46 472

Follow us on Facebook